23 dezembro 16

Inove na batata frita com coberturas e temperos criativos e deliciosos

Dificil encontrar alguém que não goste de batata frita. Crocantes por fora e macias por dentro, bem sequinhas, as fritas são o acompanhamento clássico para um bom hambúrguer. Se a versão tradicional usa apenas sal para temperar as batatas, para os chefs a criatividade vai bem além disso. No Cabana Burger, em São Paulo, são diversos tipos de batatas fritas, que podem ser temperadas com bacon, alecrim e até azeite com trufas brancas e parmesão. “Apostamos em batatas diferentes porque queríamos que todos os nossos produtos fossem fora da curva. Nossas batatas são fresquinhas, feitas na hora, no padrão americano – ou seja, mantêm um pouco da casca – e com coberturas diferentes”, explica Rodrigo Chaves, sócio da casa. Felipe Carmelo, um dos cozinheiros do Cabana, acredita que o sucesso das fritas é sua versatilidade. “Batata frita vai bem com qualquer lanche. Quando é preparada com a melhor matéria prima, fica mais gostosa ainda”, diz ele.

O chef divide aqui algumas dicas para quem quer inovar nesse preparo e deixar as fritas ainda mais apetitosas:

Aprenda o preparo de fritas com alecrim, com cheddar ou com bacon e cheddar, do Cabana Burger

Veja como fazer batata frita sequinha, igual à de restaurante

Gosta de batata rústica? Acompanhe o passo a passo em vídeo

Batatas fritas

Batatas fritas, clássico acompanhamento dos burgers

ESCOLHA BEM A BATATA

Para preparar boas fritas, o primeiro passo é escolher bem a batata. O tipo Asterix é o mais indicado para fritura, contribuindo para deixar a batata mais sequinha. “O correto é escolher sempre produtos frescos no mercado. Compre em locais que tenham boa procedência para não fazer fritas de má qualidade”, explica Felipe. Evite as que tiverem machucados, partes moles ou esverdeadas.

ANTES DE FRITAR

Corte as batatas em palito (em 15 centímetros de comprimento mais ou menos) e depois coloque-as em um recipiente com água, para não oxidarem. Na hora de fritar, escorra bem as batatas e seque-as. Depois desse processo, o segredo é pré-fritar a batata no óleo. “Quando você faz isso, ela cria uma semi-casca”, detalha Felipe. Depois desse processo, deve-se retirar as fritas e colocá-las para congelar (de 30 a 50 minutos). “Dessa forma, ela ganha mais uma casca, ou seja, depois de fritar, fica muito mais crocante que o normal”, diz o chef.

PARA FRITAR BEM

Uma boa fritura exige óleo novo e de boa qualidade, que não deixe cheiro no alimento nem queime rápido demais. Além disso, a temperatura da fritura faz muita diferença. “Depois da pré-fritura e de tirar as batatas da geladeira, a temperatura do óleo para o melhor resultado é de 190°C”, explica Felipe. “Com isso, as fritas ficam secas e crocantes, como deve ser”, diz.

Fernando Moraes/ UOL Burger Fest

Cheese Fries, do Cabana Burger (SP)

HORA DE CRIAR

No Canadá, o prato mais famoso de Montreal é justamente um prato de… batatas fritas! Batizado de “poutine”, o prato leva molho quente de carne e muito queijo. Mais do que um petisco, é uma receita que sacia e segura bem o frio típico daquele país.

Por aqui, com a consolidação das hamburguerias, os chefs passaram também a variar sobre o tema, com diversas combinações. Queijos, molhos cremosos ou picantes, vinagre e especiarias são alguns dos temperos usados para inovar nas fritas.

Para criar uma receita diferente, é interessante encontrar equilíbrio de sabores. O chef Felipe aposta nos contrastes de picante com frescor, e também na presença de acidez. “Se você faz uma batata picante, prefira uma maionese com mais acidez para harmonizar e combinar melhor. Para quem quer algo mais leve e fresco, indico até uma maionese de abacate. As escolhas são muitas”, acredita Felipe.

Fernando Moraes/ UOL Burger Fest

Temperar as fritas é importante. Estas são do Cabana Burger (SP)

TEMPEROS, ERVAS, QUEIJOS

O tempero pode ser colocado diretamente na batata, como sal, pimenta-do-reino e páprica – que está virando queridinha de muitas hamburguerias – ou adicionado na forma de molhos e complementos. No Festival Chapa Quente deste ano, o Fly Burgers fez sucesso com suas batatas fritas temperadas com uma mistura simples: o chamado “lemon pepper”, que dava um toque azedinho-picante ao preparo.

Ervas frescas ou secas também podem ser usadas sem moderação. A clássica batata rústica, em geral frita com casca, em gomos largos, fica ainda mais gostosa com alecrim e alho assado. Queijos como cheddar e parmesão combinam igualmente bem com as fritas, trazendo intensidade de sabor. O cheddar também faz casamento clássico com o bacon frito – nesse caso, dá até para dispensar o sal nas batatas, pois o molho fica bem salgadinho. Outra opção interessante é cobrir as batatas com molho de tomate picante, numa versão das “papas bravas” espanholas.

Se a batata levar molhos cremosos, como os de cheddar, não é necessário servir outros molhinhos ou maionese para acompanhar. Mas se as fritas forem temperadas com ervas, especiarias ou bacon fritinho, é interessante servir molhos variados: de iogurte, maionese temperada, salsas apimentadas ou apenas os tradicionais ketchup e mostarda já trazem um toque a mais de sabor.